Alongamento Correto: Como Encontrar Equilíbrio Treinando Flexibilidade

fevereiro 7th, 2013 by J Menezes

20130207-132952.jpg

Vamos falar sobre o que se deve e o que não se deve fazer nos alongamentos. Flexibilidade é um dos fatores-chave para qualquer rotina de Fitness. Apesar disso, eu acredito que muitos atletas não entendem corretamente os aspectos chave relacionadas com o alongamento correto.
Como alongar, quando alongar e por quanto tempo alongar são somente alguma das perguntas que escuto em uma base regular. Essa semana, eu estabeleci uma missão de passar pelas teorias em quando, como e por que o alongamento correto é importante. Eu resumi minhas pesquisas abaixo na esperança de que nós iremos todos começar a priorizar de forma correta a técnica de alongamento enquanto trabalhamos no prumo de uma melhor forma física.

Eu sou uma perfeita candidata para testar as filosofias de alongamento correto porque sempre tive uma relação de amor e ódio com a flexibilidade. Como uma atleta, eu normalmente fico frustrada por que tenho que dedicar tempo extra para essa tarefa lenta e algumas vezes tediosa e desconfortável. E, como uma entusiasta da forma física, eu quase sempre encontro aulas frustrantes que não dedicam tempo suficiente para o alongamento correto.
Minhas articulações sempre foram rígidas e, mesmo quando criança, eu não conseguia tocar meus pés sem dobrar minhas pernas. Algumas pessoas nascem com mais flexibilidade do que outras: minha irmã é uma ginasta incrível. Ela sempre foi muito flexível e meus filhos têm diferentes graus de flexibilidade. A boa noticia é que o nível de flexibilidade que você nasce pode ser melhorado com o alongamento correto. Eu parei de usar a desculpa de que sou naturalmente menos flexível e agora posso tocar meus dedos dos pés com facilidade, mas não se engane, eu tive que trabalhar muito de forma consistente para alcançar isso.

Por que se alongar corretamente é importante?
1. Alongar te ajuda a maximizar a habilidade de seu corpo para se mover livremente.
Em termos simples, o alongamento ajuda você a ter uma melhor performance. Tecidos moles presos nas articulações podem restringir o movimento e impedir os tendões de fazer seu trabalho efetivamente.
2. Alongar ajuda você a evitar lesões.
Treinar com músculos enrijecidos pode levar a sérias lesões e rupturas musculares.
Com essas duas razoes em mente, eu nunca deixo de me alongar antes e depois dos exercícios.

O quanto de alongamento é suficiente?
Nessa semana eu passei horas pesquisando sobre alongamento e falei com fisioterapeutas, treinadores e técnicos para encontrar o que realmente alongar significa o alongamento para essas pessoas. Todos com quem falei e tudo o que li levaram-me a uma conclusão:
“Exercícios não são universais e como a flexibilidade é um fator para forma física, você deve determinar o que é certo para seu corpo.”
Eu recomendo que você verifique suas próprias necessidades pessoais de alongamento e mantenha os itens que devem fazer o que não deve fazer.

O que fazer e não fazer em alongamento
Fazer:
– Invista tempo fazendo alongamento dinâmico antes do exercício.
– Alongamento dinâmico envolve movimentos suaves para aumentar a amplitude desse movimento. Ele melhora o fluxo sanguíneo e de oxigênio antes da execução do treino e prepara os receptores dentro do músculo.
– Prepara seu corpo com movimentos que aumentem o fluxo de sangue como círculos com os braços, movimentos das pernas e curvando gentilmente.

Não fazer:
– Usar movimentos forçados para aumentar a amplitude dos movimentos podem causar lesões.
– Esses movimentos forçam os músculos em uma forma entendida e os riscos não valem a recompensa.

Fazer:
– Dedique-se a pelo menos 10 minutos depois do treino para “afrouxar” os músculos com alongamentos estáticos onde você segura cada movimento por 30 segundos.
– Alongue-se até o ponto de ligeiro desconforto e então volte um pouco e segure. Esse tipo de alongamento pode melhorar sua flexibilidade geral e diminuir o cansaço muscular após o exercício.

Não fazer:
– Alongar até o ponto de dor ou desconforto severo. Você nunca deve machucar seu corpo através de exercícios e muita flexibilidade não é bom para seu corpo.
– Suas articulações valem-se da tensão muscular para se manterem na posição correta. Então, se você se alonga demais ou se esforça demais ultrapassando o que é confortável, você pode aumentar a probabilidade de problemas em juntas e tendões.

Encontre seu próprio equilíbrio na flexibilidade
Existe uma arte em encontrar o equilíbrio de seu corpo e a única forma de fazer isso é ficar atento e consciente aos seus movimentos. É um conselho simples, mas tenha certeza de observar isso o tempo todo. Se você escutar o seu corpo, as chances de você atingir os resultados mais rápido e evitar lesões são muito maiores. Parte dessa abordagem de escutar seu corpo significa: se sentir alguma dor ou desconforto, pare.
Meu conselho final é aparecer antes da aula e fazer seu próprio alongamento dinâmico antes da aula começar. Se você precisar, fique um pouco depois da aula para completar seu desaquecimento. Se você estiver sem tempo, não parece o alongamento. Tente fazer seu treino principal mais eficiente combinando exercícios.
Seu corpo é exatamente isso, ‘seu corpo’. Tenha responsabilidade de usa-lo da forma correta e nunca simplesmente copiar a rotina de outra pessoa. Em vez disso, eduque-se e encontre o melhor para você. Eu recomendo começar com a parte superior de seu corpo. Gentilmente vá trabalhando as partes mais baixas e todos os grupos musculares. Alongar é um movimento natural, então relaxe e faça o que parece certo.

Comentários

Comentar

;
;