Sete Dicas para Transformar Maus Hábitos Alimentares em Bons

dezembro 5th, 2011 by J Menezes

Alguns dos clientes mais desafiadores que tenho são aqueles que têm muito peso para perder, que precisam de uma reestruturação completa de estilo de vida, hábitos alimentares e que negam cada sugestão que faço. Leve um lanche ao invés    de comer fast fooduma vez por semana? “Não posso, não tenho tempo pela manhã.” Levante 30 minutos mais cedo para caminhar? “Não dá, sou muito cansado.” Livre-se do sorvete no freezer? “Não posso, deixo lá para as crianças.” E veja bem,       eu não estou pedindo que façam todas essas mudanças de uma vez, mas existem pessoas que rejeitam até mesmo as pequenas mudanças. Algumas vezes têm medo de fracassar ou acham que o sacrifício é demais. Outras vezes, as recompensas não são aparentes. Dessa forma, quando uma pessoa tem muitos maus hábitos para quebrar, a melhor coisa que posso fazer é ajudá-los a priorizar e trabalhar na coisa mais fácil.

Existem pessoas que podem fazer várias mudanças ao mesmo tempo e conseguir sucesso, mas são exceção. A grande maioria precisa de um passo a passo, e muitas vezes cada passo tem que ser bem pequeno. Eu trabalhei com um cliente teimoso uma vez que não concordava com nada até que sugeri que mudasse de leite integral para desnatado por uma semana. Apesar de ter sido uma mudança pequena, que não ia influenciar tanto na perda de peso, ele conseguiu. E se manteve. Isso o fez mudar o pensamento de “Não tenho jeito!” para “Talvez eu possa…”.

Quer você tenha muitos maus hábitos ou apenas um ou dois, existem alguns princípios básicos no que diz respeito ao processo de mudança. Aqui estão algumas dicas para uma transição macia:

• Estabeleça suas metas de comportamento e seja razoável. E seja específico, “Eu quero ficar em forma”ou “eu quero comer melhor” é muito vago. Ao invés disso, estabeleça a meta de “Eu irei andar 30 minutos por dia”ou “Eu irei levar meu almoço de casa duas vezes por semana.”

• Comece com as mudanças mais fáceis. Uma vez que conseguir e se sentir bem, se sentirá capaz de encarar mais desafios. Com cada pequena mudança que se torna permanente, elas vão se somar, somando excelentes benefícios também!

• Não pense “Para Sempre”. Tente uma semana fazendo a mudança, ou um dia por vez ou, até mesmo, uma refeição por vez se você tiver que fazer assim.

• Mantenha registros para saber o quão bem está indo. Se está tentando incrementar atividade física, mantenha registro do tempo ou distância. Se está tentando cortar os doces, estabeleça um limite e fique de olho. E para cada pequeno sucesso, se dê uma pequena recompensa.

• Tente antecipar os desafios e se prepare. Se as festas são seu fraco, faça um lanche antes de ir e decida antes quantos drinks irá tomar. Se você sabe que vai apertar o botão soneca, coloque seu alarme longe de você, perto das roupas de malhação.

• Pratique a arte da distração. Quando tiver aquela vontade de comer o que não deveria, diga a você mesmo que só comerá depois de 15 minutos. As chances são de que você irá se ocupar e esquecer do assunto.

• Perceba o que desencadeia seus maus hábitos e quebre a reação em cadeia. Se a máquina de refrigerante no trabalho é uma tentação toda vez que você chega, entre por outro caminho ou não leve dinheiro com você. Para evitar a comilança durante a noite, quando levantar vá ao banheiro e escove os dentes ao invés de ir para a cozinha e assaltar a geladeira.

Comentários

Comentar

;
;