Sobre a Verdadeira Liderança

outubro 4th, 2011 by J Menezes

Sempre tentei liderar pelo exemplo. Isso tem a ver com minha personalidade. Nunca tentei motivar as pessoas falando, porque não acho que palavras signifiquem tanto quanto ações. Costuma-se dizer que uma imagem vale mais que mil palavras. Procurei, então,  pintar um quadro que mostrasse trabalho duro e disciplina. E nunca parei. No instante em que eu diminuir o ritmo, especialmente se sou encarado como líder, estarei abrindo espaço para que os outros também diminuam o seu. Porque não? Se a pessoa que está a cima tira um dia de folga ou não se esforça, porque os outros não deveriam fazer o mesmo?!

Um líder tem que fazer para merecer o título. Você tem que conquistar o respeito de quem está ao seu redor por meio de suas ações. É preciso agir de maneira coerente, seja em um treino de basquete, um encontro de vendas ou na relação familiar. Os que estão à sua volta precisam saber o que esperar de você. Têm que confiar que você estará lá, que seu desempenho será consistente, jogo após jogo (mês após mês), sobretudo, quando as coisas ficarem difíceis. Em última análise, técnicos e jogadores podem dizer o que quiserem, mas, se suas palavras não forem respaldadas pelo desempenho, trabalho árduo resultados consistentes, o discurso não significará nada.

Foi por isso que tentei jogar mesmo com pequenas contusões – para estabelecer um princípio e uma referência. Um líder não deve procurar desculpas. É necessário que haja qualidade em tudo o que faz. Na quadra, fora da quadra, na sala de aula, na sala de reuniões, fora do trabalho. Ele deve transferir essa energia para qualquer ambiente em que esteja. Nos momentos difíceis, cabe ao líder assumir a responsabilidade, evitando álibis e desculpas. Se ele atribuir o insucesso a terceiros, jamais conseguirá detectar as razões da derrota. E seu papel é entender os porquês a fim de construir novos caminhos e estratégias.

Michael Jordan

Comentários

Comentar

;
;